Emerson, Lake and Palmer - Pirates





Essa foi uma grata surpresa que o meu irmão me enviou por e-mail. O Emerson, Lake & Palmer sempre foi uma das nossas bandas favoritas. Foi ele quem me apresentou ao grupo. Meu irmão sempre foi mais 'prog' que eu. Meu noivo agora é fã da banda também por livre e espontânea 'pressão' [minha, é claro!]. Brincadeirinha. Ele gosta do espírito 'anárquico' do ELP. Embora sua formação primária seja o punk rock. Confesso que jamais entendi esse preconceito do pessoal do prog com o punk e vice-versa. Minha mãe me ensinou desde pequena: Música é música.

Meu pai já era mais exigente. De todos os bateras que mostrei para ele só o Palmer [que vcs podem ouvir ai no clip] conseguiu cair nas suas 'graças' justamente com o álbum que comento nesse post. Pensam que ele disse que o Carl era um super, ultra, mega batera? Coisa que eu acho que ele é. No way! Ele apenas disse: 'Esse toca!' Isso, depois de um longo silêncio. Se vocês soubessem quem eram os outros...rs Na época fiquei com raiva do velho, afinal quem ele pensava que era para desmoralizar meus ídolos? O tempo passa, a gente amadurece e hoje eu dou toda a razão para o velho. Ele não estava querendo se gabar, apenas estava sendo honesto. Bateristas entendem de baterias, ora 'cebolas'...rs

Mas voltemos ao assunto do post...
O clip foi dividido em duas partes por causa do limite de 10 minutos do YouTube, onde estava hospedado originalmente [Sempre prefiro 'raptá-los' e coloca-los em outro servidor antes que sejam deletados. Quase todos os vídeos do 'vocêtubo' que clico em blogs dão para arquivos deletados. Quero evitar isso aqui].

É um fanclip digamos assim com cenas de filmes famosos de piratas como Piratas do Caribe, A Ilha da Garganta Cortada, The Crimson Pirate [com o saudoso Burt Lancaster. Não lembro agora o nome em Português], The Bounty, 1492 [que não tem nada de pirata, mas como recurso visual funciona muito bem...rs] e por aí vai. Ficou muito legal. :)

A música é do álbum Works I do ELP. Essa já é uma fase dita como 'decadente' da banda. A relação entre eles já estava bem complicada. Nunca foi das melhores, mas aqui é nítido que cada um estava trilhando seus próprios caminhos. O álbum originalmente era duplo. E cada lado da 'bolacha' era dedicado aos talentos de cada um deles. Keith Emerson demonstra sua preferência pelo clássico. Greg Lake manda ver com suas canções acústicas e românticas [é desde álbum a famosa C'Est La Vie] e Carl Palmer detona no que sabe fazer melhor: Jazz! E dos melhores!

No lado restante do álbum aí sim temos o trio trabalhando junto. E é um arraso. Continha apenas duas canções: Fanfare For The Common Man e Pirates.

Fanfare foi composta pelo compositor Aaron Copland em 1942. Foi tema do filme Grand Prix de 1966. Mas foi justamente a versão do ELP que a eternizou. Acabou se tornando um dos maiores sucessos do grupo e uma das fanfaras mais conhecidas do mundo sendo executada a exaustão em programas de tv, telejornais, comerciais e filmes.

A primeira vez que assisti o clip de Fanfare foi lá por 1982/83 na Globo. No Video Show. Eu sei lá o que deu na Globo e eles passaram o video praticamente na íntegra [alguém lá deveria gostar muito do ELP]. O clip foi gravado no Olympic Stadium em Montreal [Jogos Olímpicos/76]
Fiquei louca pela música e pelo clip... que só consegui assistir novamente a pouco tempo, graças ao YouTube. Vinte anos caçando esse vídeo maledito! rs
Má notícia: O clip já era no YouTube. Mais um para lista de 'deletados'. Mas tem na mulinha. Poucas fontes, mas tem.

Esse LP era difícil de encontrar. Eu e o meu irmão fizemos uma força dos diabos prá juntar grana para comprar. Era caro. Muito caro. Além das nossa escassas economias. Foi um dos nossos 'preciosos'. Tenho ele até hoje. Acho que para os jovens acostumados com a internet o modo como as coisas eram naquela época é algo inimaginável [algo como minha mãe contando para a gente do tempo que não havia geladeiras elétricas e todo o dia uma barra de gelo era deixada na porta da sua casa. Se ficasse de bobeira na cama, adeus gelo para o resto do dia!]

Tão diferente de agora. Acabei de baixar o álbum só para escrever o post. Viva o Google! É...Admirável mundo novo.

Pirates é de composição do próprio trio e aqui as influências e talentos dos três se somam em quase 14 minutos de pura magia. As composições clássicas de Emerson, os vocais angelicais de Lake [uma das mais belas vozes do rock. Deixa M. Kiske no chinelo!] e as porradas jazzistícas que Palmer tanto gosta. Enfim, Pirates é uma obra-prima e uma aula de história. ;)

"Who'll make his mark", the captain cried.
"To the devil drink a toast.
We'll glut the hold with cups of gold
And we'll feed the sea with ghosts
I see your hunger for a fortune
Could be better served beneath my flag
If you've the stomach for a broadside
Come aboard my pretty boys
I will take you and make you
Everything you've ever dreamed."

É ou não uma canção de piratas? rs
Até dá vontade de traduzir o clip [faz tempos que não faço isso].
A letra é e-n-o-r-m-e! Mas muito legal.

Assistam que vocês vão gostar.
E baixem o álbum depois porque vale muito a pena,
a não ser que você tenha progfobia. :P

2 comentários:

  1. Vale e muito a pena..rsrssr...cai no seu blog porque procurava justamente um audio dessa musica para mostrar a uma amiga minha,amante de prog..muito bom o texto,principalmente a credulidade do seu pai com relação ao Carl..rs..não sou musico,nem toco nada,mas é dificil não ficar de queixo caido com a velocidade,feeling e criatividade dele na batera..

    ResponderExcluir
  2. Vale e muito a pena..rsrssr...cai no seu blog porque procurava justamente um audio dessa musica para mostrar a uma amiga minha,amante de prog..muito bom o texto,principalmente a credulidade do seu pai com relação ao Carl..rs..não sou musico,nem toco nada,mas é dificil não ficar de queixo caido com a velocidade,feeling e criatividade dele na batera..

    ResponderExcluir