31 de janeiro de 2007

Tudo a Ver - Os Temas dos Programas da Globo

Download

01-Esporte Espetacular-Hyde Park
02-Ayrton Senna-Tema da Vitória
03-Fórmula 1-Tema da Vitória
04-Globo Cor Especial-Cinto de Inutilidades
05-Globinho-Globinho
06-Fantástico-Fantástico
07-Fantástico-Fantástico
08-Instrumental-Don't Stop Til You Get Enough
09-Domingão do Faustão-Do Tempo Que
10-Domingão do Faustão-Instrumental
11-Instrumental-Trapalhões
12-Jorge Benjor-Waldomiro Pena
13-Rita Lee-Cor de Rosa Choque
14-J.B.Pickers-Freedom of Expression
15-Jornal Nacional-The Fuzz
16-Jornal Nacional-The Fuzz
17-Automat-Droid
18-Jornal Hoje-Evie
19-Jornal Hoje-Pombo Correio
20-Xuxa-Doce Mel
21-Gilberto Gil-Sítio do Pica Pau Amarelo
22-TV Colosso-Eu Não Largo o Osso
23-Vila Sésamo-Alegria da Vida
24-Rede Globo-Um Novo Tempo
25-Aerobanda-Coração Verde-Amarelo

Esse é um álbum que eu tenho a leve impressão que vai causar "grandes emoções" como diria o rei Roberto Carlos. Eu mesmo fiquei emocionada. Afinal, não há como negar o quanto a Rede Globo influenciou a cultura brasileira nos últimos 40 anos. Mesmo que você seja absolutamente anti-Globo há temas aqui que lhe trarão alguma lembrança, nem que sejam primevas. Eu particularmente me emociono com o tema do Fantástico. Trás lembranças lá do fundo da memória. Alguém mais acha que ela lembra prá caramba o Fifth Dimension? Sim, aquela banda que gravou Aquarius/Let the Sun Shine In. Mas é claro temos ainda muitos sucessos aqui. O Tema da Vitória da F1 imortalizado com o grande Ayrton Senna (sim, eu fui uma das milhares de pessoas que se esvaiu em lágrimas quando ele faleceu) mas não para por ai. Vila Sésamo, Globinho, Sítio do Pica-Pau Amarelo para os mais "velhinhos", ou "semi-novos" como diria Juca Chaves. Para os mais "novinhos" Xuxa, TV Colosso, Faustão (putz, tinha esquecido como o tema original do programa dele era legal). Dois temas que merecem "menção honrosa": O tema do Esporte Espetacular (aquela do "pá pá pá páá páá pá páááá") e o tema do Globo Repórter.

O tema do Globo Repórter se chama Freedom of Expression. É com certeza a melhor canção dessa coletânea. Foi gravado por um grupo chamado J.B.Pickers para o filme Vanishing Point (Corrida Contra o Destino). A música fez um sucesso danado aqui no Brasil e ninguém nunca conseguiu descobrir essa tal banda chamada J.B.Pickers pelo simples motivo dela jamais ter existido! Creio que você esteja se perguntando como isso é possível. No meu antigo blog escrevi um longo artigo sobre o assunto. No futuro posto tudinho aqui. Não estou a fim de escrever tanto e creio que vocês também não estejam a fim de ler também...rs
Sendo sucinta, J.B.Pickers é um nome fictício utilizado exclusivamente na gravação de duas faixas para a trilha sonora do já citado filme The Vanishing Point. Quem foram os músicos que a executaram? Ninguém sabe! O que é uma pena. Adoraria saber quem são porque os caras tocavam demais! Mas sabemos o seu autor: Jim Bowen. O tema do Esporte Espetacular seguiu o mesmo caminho. Se chama Hyde Park gravada por um tal de Carnaby Street Pop Orchestra and Choir. Andei pesquisando atrás do grupo. E adivinhem? Não achei nada! A não ser duas canções. Hyde Park "colou" mesmo aqui no Brasil. Ou seja, mais uma canção executada por excelentes e desconhecidos músicos de estúdio.
É isso!
Boas Lembranças!

Premier Lança Kit de Pictures of Lily

Já que estamos falando em bateristas famosos aqui vai uma preciosidade. A famosa bateria Pictures of Lily do maluco (mas adorável) Keith Moon. O Kit está completando 40 anos de vida e para comemorar a Premier Percussion Ltd estará lançando uma linha limitada de réplicas da mesma. Moon pediu que a Premier criasse o kit em 1967 após o sucesso do single do The Who. Keith era tipo um "garoto propaganda da Premier" desde 1965. O Kit foi autorizado pela família de Moon e pelos colegas de banda Roger Daltrey e Pete Townshend. As verbas da primeira série serão revertidos para The Who's Teenage Cancer Trust charity. Instituição que a banda sustenta para tratar crianças vítimas de câncer. Bacana, não?

Pictures of Lily original

"Spirit of Lily"
Réplica lançada pela Premier em comemoração
aos 40 anos de Pictures of Lily

Dizem que o Rickenbacker é o rei dos baixos. Prá mim a Premier é a "rainha" das baterias. Meu pai teve uma. Parte dela ainda existe e foi muito maltratada por essa que vos escreve durante sua infância e pré-adolescência quando eu insistia em bater impiedosamente na dita cuja. Coitado do velho que depois tinha que afinar tudo de novo. Engraçado é que ele nunca me deu uma broca por isso. Lembro de uma vez que ele me pegou "na tampinha" como se dizia antigamente. Nem parou. Só disse "A esquerda tá lenta." ...rs
Ele me ensinou a girar a baqueta quando eu tinha uns quatro anos. Incrível é que eu ainda lembro. Acho que é como andar de bicicleta. A gente não esquece.

Lee Kerslake Está Fora do Uriah Heep

OH SHIT!
Que péssima notícia. Kerslake é um ótimo baterista. Um pegada forte, firme e ao mesmo tempo muito técnica. Faz jus ao nick de "Urso". Além é claro, de cantar muito bem.
Putz... que pena! O Uriah é uma das minhas bandas do coração. Ontem mesmo estava lendo uma matéria sobre eles. É uma pena. Espero que ele se restabeleça completamente. Estamos com você Lee!


Foi anunciada hoje a saída do baterista Lee Kerslake do URIAH HEEP, por motivos de saúde. Mais detalhes podem ser encontrados no anúncio oficial, escrito pelo guitarrista Mick Box e postado no site oficial do grupo: www.uriah-heep.com.

A banda já está procurando por um substituto, e tem na realidade uma série de indicações feitas pelo seu novo produtor, Mike Paxman, e por outras pessoas. O novo baterista deverá, assim como Lee, fazer backing vocals, logo não será uma tarefa das mais simples.

Kerslake entrou para o URIAH HEEP em 1972 e só esteve fora num período entre 1980 e 1982, quando se juntou à banda de OZZY OSBOURNE. Seus problemas de saúde não são a princípio sérios, e em grande parte são induzidos por peso excessivo e vida desregrada, coisas que ele pretende alterar a partir de agora. Uma agenda cheia como a do Heep não permitiria isso, logo a decisão (amigável) de sua separação do grupo a partir desse momento foi tomada em conjunto.

Fonte: whiplash.net

Yvonne de Carlo

Encontrei essa foto lindíssima da nossa querida Yvonne de Carlo.
Achei legal postar afinal a gente lembra mais dela como a Lily Munster do seriado Os Monstros. Linda, não?



ps: E o maledito blogger CONTINUA NÃO POSTANDO AS IMAGENS!

SoBReCarGa encerra suas atividades

E lá se vai um grande site....
Pois é gente...


Dessa vez é o Sobrecarga que fecha suas portas. É uma pena. Era um grande site. Vai fazer falta.

SoBReCarGa encerra suas atividades

Informamos que a partir de fevereiro o SoBReCarGa - revista eletrônica sobre entretenimento jovem - estará interrompendo suas atividades. Foram mais de 3 anos transmitindo com muito prazer e orgulho notícias e opiniões sobre o mundo do cinema, tv, quadrinhos, música e muito mais, incentivando e ajudando a difundir a cultura jovem de uma forma eletrizante para mais de 10.000 visitantes ao dia.

Durante esse tempo, tivemos o privilégio e a felicidade de contar com talentosos colaboradores e dedicados leitores, sem os quais nada teria sido possível. Agradecemos a todos pelo apoio e carinho e esperamos poder nos encontrar num futuro próximo. Até lá, lhes desejamos muito sucesso, energia, informação e entretenimento!

Não sei por quanto tempo, mas o site ainda está no ar. Então se você quer salvar alguma matéria: CORRA!

Sobrecarga

Ozzy Osbourne - Rock in Rio (1985)

Bootleg da participação de Ozzy Osbourne no Rio in Rio I.
A qualidade não é das melhores já que é piratão, mas dá prá curtir numa boa.
Bons tempos!


01-Bark at the Moon
02-Mr.Crowley
03-Steal Away (The Night)
04-Iron Man
05-Crazy Train
06-Centre of Eternity
07- Tommy Aldridge Drum Solo
08-Flying High Again
09-Iron Man
10-Crazy Train


PS: O Blogger tá uma coisa hoje. Simplesmente não quer uplodar as fotos. Tive que fazer um cambalacho aqui prá postar.


Carla Perez Se Veste de She-ra em Ensaio de Carnaval

Senhor, o que fiz para merecer isso? rs
É... He-man e She-ra estão com tudo!
Aquela coisa na mão dela é um sabre de luz???
Nilzete Santana/Divulgação

Carla Perez vira She-ra em ensaio


A cantora e dançarina Carla Perez surpreendeu o público neste domingo ao subir no palco vestida de princesa She-ra, irmã de He-Man. Empolgada, ela fez mais um ensaio de seu bloco infantil Algodão Doce, em Salvador.

Veja a foto ampliada!

Logo na abertura do show, Carla fez performance ao som de hit gospel da banda Pacto 2. Ao lado de quatro bailarinas, ela dançou em louvor.

"Sempre convido uma atração gospel para abrir meu show, com canções alegres de louvor a Jesus. Nada melhor do quê iniciar um trabalho agradecendo a Deus. É só benção!", disse a cantora.

Depois da abertura, ela voltou já caracterizada de She-ra com os convidados: Guig Guetto, Raghatoni, Uns kamaradas e Praieros.

Fonte: Terra

28 de janeiro de 2007

Invincible Iron Man (2007)

Lembram que eu postei aqui o trailer do novo longa de animação do Homem de Ferro?
Pois bem, olha ele ai.
Acabei de baixar. Parece bem legal. As opiniões como sempre são contraditórias. Há quem gostou e quem não gostou. Isso já é de praxe. Não conferi a tradução da legenda porque não assisti ainda. Ela está um pouco fora de sincronia, mas dá prá assistir numa boa.
Enjoy!

GROO - A VERSÃO DESAJEITADA DE CONAN


Quando Robert E. Howard criou "Conan o Bárbaro", em 1932, foi ridicularizado por seus colegas escritores. O personagem só emplacou muito tempo depois de sua morte e só virou febre internacional a partir de seu lançamento em gibis da Marvel Comics, em 1970. Howard também nunca sonhou que seu personagem seria implacavelmente espinafrado por um cartunista mexicano, com a criação do satírico Groo, o Errante.

Depois de estrelar uma edição da série Graphic Novel, da Abril Jovem, Groo foi lançado pela mesma editora em gibi mensal no formato americano. A edição brasileira contém duas das edições originais da Epic, a subsidiária da Marvel que edita tanto o Groo, como o próprio Conan.
"A Canção de Groo" abria o gibi, onde na primeira página, de cara, Aragonés, o criador do personagem se apresenta, trabalhando na prancheta e gozando sua própria cria. Depois, a narrativa passa para um menestrel cínico, um dos personagens fixos da série, "cantador das engraçadas e esborneantes" aventuras de Groo, que é um imbecil completo. A origem de Groo, a editora só publicou depois, como nos EUA, contando as desventuras do herói retardado, quando menino, e porque sua deliciosa irmã, Grooella, o odeia com tanta fúria.
"O Matador de Dragões", segunda historieta da edição de estréia, Groo é contratado por um rei para acabar com um dragão, que periodicamente exige uma virgem do reino. Groo descobre que não existe dragão nenhum e sim um espertinho, que está montando um harém numa caverna, onde simula as labaredas de fogo do falso monstro. Groo se associa com o pilantra e, como não podia deixar de ser, um ato do mentecapto anti-herói põe tudo a perder.
Novos personagens vão sendo introduzidos no decorrer das aventuras, como um velho sábio que, naturalmente, Groo (por sua burrice) não consegue compreender, e a de um galã fortão que tem um furinho no queixo, a la Kirk Douglas, e extremamente afetado. E principalmente Chakaal, uma deliciosa guerreira loira, sátira de Red Sonja (a guerreira da série Conan) e por quem Groo se arrasta de paixão e não é correspondido. Aliás, ela odeia o herói incompetente.
As duas primeiras edições do gibi apresentam informações e curiosidades sobre o extrovertido criador do bárbaro trapalhão. Que tem como editor o cartunista Marcelo Alencar.
Algumas edições depois, um interessante "Dicionário de Bárbaros" complementa o gibi.
Todas as aventuras de Groo são frutos de criação coletiva entre Aragonés e Mark Evanier, o roteirista da série. A dupla, ao lado do colorista Dom Luth, também aparece com freqüência, caricaturados nas historietas.
Como a maioria dos artistas, Aragonés é narcisista. Tanto que, nos anos 70, não titubeou em aceitar o convite de um amigo do ramo cinematográfico para interpretar o gerente de hotel no filme "Norman é ou não é?".
Quem conhece a carreira de Aragonés, com seus geniais cartuns mudos, se espanta com esta sua empreitada. Seus cartuns, apesar de desenhados com muito detalhe, são simples e imediatistas. Diferente dos quadrinhos que exigem muita dedicação, repetição de personagens, concepção de ângulos, ritmo narrativo e principalmente muita informação literária. Por isso, ele não tardou em receber elogios de seus colegas, não menos brilhantes, Quino e Mordillo.
Antes de circular pela Epic, Groo foi lançado em 1982 pela Pacific Comics, uma editora de San Diego, que encerrou suas atividades em 1986. Foram apenas seis gibis, onde Evanier também prestava sua colaboração e também o brasileiro Rogério "Pancada" (assim apelidado devido a fama de seus trabalhos na revista de humor "Pancada" da Abril). As seis edições da Pacific foram recentemente reeditadas pela Epic na série batizada de "Crônicas de Groo".
"Quando conheci o Groo através de sua graphic novel adorei o personagem. Saí pela redação vibrando: "Temos que editar o Groo", disse Marcelo Alencar, um dos editores da redação de quadrinhos adultos da Abril Jovem e principal responsável pelo lançamento do personagem no Brasil.
"É norma aqui da casa, quando chega um material dos Estados Unidos, dividi-lo entre os editores para serem feitas avaliações. Acabamos editando a "graphic" do Groo na nossa "Série Graphic Novel", com certo receio. Ela foi a primeira de humor da coleção e foi para a banca com um grande agravante, seu preço de capa era o dobro da edição anterior. Fomos muito criticados por isso. Mas o leitor, que é quem na verdade decide tudo, aprovou o Groo. A edição vendeu superbem e teve um grande retorno em termos de cartas. Daí o jeito foi lançar a revista de linha do Groo mensal", conclui Alencar.
A exemplo da série Asterix, ou ainda Lucky Luke, Groo adota um cachorro vira-lata para acompanhá-lo em suas aventuras. O nome do bicho é Rufferto; é tão idiota quanto Groo e idolatra seu dono. Mas ele também possui um ciúme doentio, o que até atrapalha a vida amorosa do herói.
Antes de ir para as bancas, Groo sofreu uma série de testes, para verificar se seria possível lançar a revista em formatinho, que, notoriamente, vende mais e circula com preço menor. Mas os testes com os desenhos de Aragonés não possibilitaram o formato menor. O artista é muito detalhista e recheia até os cantos de seus quadrinhos, com ilustrações que, se reduzidas, desapareceriam. Assim, a edição teve que ser lançada no Brasil com o mesmo formato da americana. Este detalhe do tamanho dos desenhos de Aragonés é muito importante porque, há décadas, ele faz assim para a revista Mad na "Sessão Marginal" composta por cartuns mudos, desenhados minusculamente e impressos nas margens da revista. No caso do gibi do Groo, Aragonés desenha para ser publicado no formato maior e ainda para que receba colorização na gráfica.
A questão desta colorização também recebe alteração na edição brasileira. Nos EUA, o Groo é impresso em papel jornal, que absorve muita tinta. Assim, sua colorização é feita através de filmes com pontos abertos. Na edição brasileira, impressa em rotogravura, Groo foi recolorizado seguindo as guias originais, mas num processo padrão da Abril Jovem, que deixa as cores mais lineares com pontos fechados.

Matéria publicada na Folha da Tarde em 1991

Bateu a saudade?

Divertam-se! Um hd repleto de hqs do bárbaro mais atrapalhado da história.

HD - Virtual - Groo, o Errante


PS: Antes que alguém grite, o hd não é meu. Encontrei navegando na net.

EU CONSEGUI!!!

Quase quatro décadas de tentativas infrutíferas mas finalmente EU CONSEGUI!
E em dose dupla!!!
Tão achando que eu pirei. não é?
Quando eu era pequena nunca consegui tirar um mísero picolé grátis. Acreditem!
Era frustação encima de frustração. Todo mundo tirava... menos eu!
Pois isso acaba de mudar...rs
Antes tarde do que nunca. Acho que alguém lá encima resolveu compensar meus "esforços" e enviou dois ao mesmo tempo! Valeu, chefia!

Minha "vingança" contra a Kibon finalmente se concretiza...
Pelo menos esse "trauma" eu não levo pro túmulo.

26 de janeiro de 2007

Ele Voltou!

SIM, meus amigos! O que muitos temiam (inclusive essa que vos escreve), aconteceu! Mar-Vell is Back! O que tem causado um rebuliço dos bons. Não sobram pedradas a Joe Quesada pelo feito de ressucitar o único herói "inressuscitável" da Marvel. Tio Ben não conta, ele não é super-herói.

Mas afinal, porque tanto rebuliço? A Marvel vive matando e ressuscitando seus heróis. Até Bucky retornou. A questão é que Bucky não morreu de Câncer! A-há! Até hoje eu não sei bem qual foi o problema com o Mar-Vell. Vendas baixas? Problemas com a DC, sei lá. A questão é que a Marvel resolveu dar um tempo para o personagem. Nessa mesma época o pai de Jim Starlin morreu de Câncer. Então Jim, ainda abalado com a morte do pai, resolveu usar a Graphic Novel como um tipo de terapia matando Mar-Vell de forma magistral, mas trágica. Foi uma bomba no universo Marvel. A Casa das Idéias sempre primou pelo realismo em suas histórias, mas matar um cara f*dão como o Capitão Marvel de Câncer? Aí já era demais! Uma morte absolutamente indigna para um guerreiro Kree. Starlin recebeu até ameaças de morte por isso. rs
Mas a questão é que a hq se tornou um clássico absoluto. Uma obra-prima de primeira grandeza. A começar pela capa que trazia a morte carregando o CM numa recriação da Pietà de Michelângelo. Por 20 anos, ninguém teve coragem de ressuscitar o dito cujo... pelo menos até agora.

Pois bem, isso acaba de mudar... quer dizer... mais ou menos.

Mar-Vell é o meu personagem preferido do universo Marvel. Como todos, recebi a notícia com uma certa curiosidade mas também com muito temor. Como diriam os lobisomens "Mortos devem permanecer mortos". A "Ressurreição" soava como um grande jogada de marketing do tipo "ok, usemos Mar-Vell na Civil War e depois o jogamos na lata de lixo." Um modo não muito elegante de trazer os velhos leitores do personagem de volta.

Recriação de Pietà de Michelângelo
na capa de A Morte do Capitão Marvel

Part01
Part02

É claro que como todos, esbravejei. Amaldiçoei Quesada e os seus familiares até a 10ª geração. Mas a curiosidade venceu. Já li a hq e posso dizer que ela me surpreendeu positivamente. Minha maior preocupação era com a personalidade do personagem. E acreditem: É MAR-VELL! O modo como o trouxeram de volta foi muito interessante. Conseguiram não detonar a Morte do Capitão Marvel. Arrepiei.
Chorei! Por enquanto, não tenho queixas. Parabéns para a Marvel por dar a oportunidade a toda uma nova geração de conhecer um dos maiores heróis do universo e, ao mesmo tempo, honrar seu passado. Como Mar-Vell reagirá diante de um mundo confuso e caótico que não é mais o seu? Como reagirá ao saber que o seu grande amor já não vive mais? Que teve um filho com ela? E que ele também "bateu as botas"? Será que Mar-Vell irá tentar, de alguma forma, trazer o filhão, que não conheceu, de volta? E o velho companheiro Rick Jones? E o eterno inimigo Thanos? Muitas possibilidades, não é mesmo? Só espero que a Marvel consiga corresponder as expectativas dos fãs e mantenha o nível desse "preview". Que venha Captain Marvel nº 1!


Neal Hefti - Batman Theme and 11 Hefti Bat Songs


Aproveitando o post sobre o trash básico Legends of the Superheroes ai vai outra raridade: A trilha sonora original do seriado Batman de 1966. Altamente recomendado para fãs do morcegão.

25 de janeiro de 2007

Daniel Boone: DVDs no Brasil

Tem uma coisa que me deixa apreensiva com o lançamento de He-Man e She-Ra no Brasil: O fato de que serão distribuídos pela Focus Filmes. E o motivo de tal receio está aí encima: Os dvds do seriado Daniel Boone. Esse seriado era muito divertido. Um dos meus preferidos quando era pequena. Adorava o Mingo. Nunca se viu um índio tão culto quanto ele...rs
Na verdade, ele era mestiço, mas prá gente (e pros brutos do seriado) ele era índio e ponto final.

Pois bem, aguardei ansiosamente os DVDs de Daniel Boone aportarem por aqui. E aí veio a decepção. O motivo? Olhem abaixo:

O que temos no box americano original?

DVD Features:

Available Audio Tracks: English (Dolby Digital 5.1), Spanish (Unknown Format)
29 episodes on eight discs
"Perspectives on Making Daniel Boone"
"Looking Back: Recent Interviews with the Cast"
Production photos
Chronological Air Dates Listin

Hmm.... 8 DVDS. Som original Dolby Digital 5.1 e vários extras!

Já no Brasil:

Áudio: 2.0 Mono
Idioma: Português
Legenda: Sem Legendas, Português
Formato da Tela: Full Screen
Processo Digital: Ntsc

4 DVDs: Som MONO (sim, vocês estão lendo corretamente), nada de extras e o que é pior SEM A DUBLAGEM ORIGINAL!

Me digam, meus amigos, não é um absurdo?
Isso porque a mentalidade dos caras funciona assim: Primeiro baratear o custo da box. Segundo, isso é velharia, do tempo que a maioria não tinha tv a cores. Os fãs querem é ver EXATAMENTE como viram em suas tvs de 40 anos atrás!
Deprimente, para dizer o mínimo.

É nessas horas que eu digo: "Viva a pirataria"!
É nossa forma de protestar contra esses abusos. Não tenho um "burra" escrito na testa prá aceitar essas imposições.
O que farei? Baixarei o seriado em português e comprarei os boxes americanos.
Reclamar eu já reclamei e vou continuar reclamando.
Agora, se He-man sair como estão anunciando, aí sim levantarei a bandeira branca e farei as pazes com a empresa, mas por enquanto PEDRAS NELES!

Queremos o som original!

Raro Tubarão-Cobra é Filmado no Japão

Minha mãe tinha razão: Credo! Como esse bicho é feio!!!
Pelo visto é a "Semana Tubarões" aqui blog.
Só uma coisa me deixa um tanto apreensiva com essa notícia. O que trouxe esse bicho para a surperfície? Ele não é o único, tem aparecido outros animais que vivem nas profundezas.

Uma espécie de tubarão raramente vista porque seu habitat natural é a 600 metros de profundidade foi filmada nesta semana por funcionários de um parque marítimo japonês.

O Parque Marítimo Awashima, em Shizuoka, ao sul de Tóquio, foi alertado por um pescador no domingo, que disse ter visto uma criatura estranha e parecida com uma enguia, cheia de dentes pontudos.

Os funcionários do parque capturaram a criatura de 1,6 metro, que eles identificaram com sendo um tubarão-cobra fêmea. Essa espécie é muitas vezes chamada de "fóssil vivo" por ser primitiva e ter mudado pouco desde os tempos pré-históricos.

O tubarão parecia estar em más condições quando os funcionários do parque o levaram para uma piscina de água do mar, onde o filmaram nadando e abrindo sua mandíbula.

"Acreditamos que filmes de uma espécime viva são extremamente raros", disse uma autoridade do parque. "Eles vivem entre 600 e mil metros de profundidade, o que é mais fundo do que seres humanos podem ir".

"Achamos que ela pode ter vindo para perto da superfície porque estava doente, ou por estar enfraquecida porque estava em águas rasas", completou ele. O tubarão morreu poucas horas depois de ter sido pego.

Tubarões-cobra, que se alimentam de outros tubarões e criaturas marítimas, são algumas vezes pegos em redes de pesca, mas são raramente vistos vivos.

Fonte: G1

He-Man e She-Ra serão lançados no Brasil

Essa eu já devia ter postado há algum tempo, mas com as férias isso aqui virou uma bagunça só...rs Não acho nada! Mil posts atrasados. Mas como diz o ditado: "Antes tarde do que nunca".
Gente, se isso for verdade e as maravilhosas caixinhas contiverem todos os extras originais, preparem-se, porque o box americano é sensacional. A Eclipse e ER estão mais do que de parabéns. Dublagem original. Eu pessoalmente prefiro o original, tenho minhas implicâncias com a dublagem brazuca, mas sei que essa notícia vai deixar muita gente feliz.

Todos os episódios das séries animadas He-Man e os Mestres do Universo e She-Ra - A Princesa do Poder, sucessos das manhãs da Rede Globo nos anos 80/90, serão lançados em DVD no Brasil.

Os primeiros episódios deverão ser lançados em abril de 2007, fruto do acordo recém fechado entre a empresa americana BCI Eclipse e a distribuidora brasileira Focus Filmes. As duas temporadas de He-Man (130 episódios) serão lançados em quatro volumes. Já os 93 episódios de She-Ra serão lançados em três volumes, juntamente com um longa-metragem de 1985 sobre a origem da princesa (The Secret of the Sword).

Os lançamentos serão idênticos aos originais americanos, que incluem muitos extras. A dublagem brasileira será a original, gravada pelo estúdio carioca Herbert Richers.


Fonte: Retro TV

Roth de Volta ao Van Halen?

Será que dessa vez vai?
Eu não levaria fé. David e Eddie são absolutamente incompatíveis. Um sempre quer aparecer mais que o outro. Que seria legal, seria. Mas com Michael Anthony de volta. Aí sim teria sentido fazer alguns shows com a formação clássica. Mais legal ainda uma turnê com os dois vocalistas: Roth e Hagar. Sonha Aparício! Roth jamais dividiria o palco com outro vocalista. É uma pena. Nós, fãs, é que perdemos.

De acordo com Ray Waddell, da Billboard.com, um contrato foi assinado entre a Live Nation e o VAN HALEN para quarenta apresentações que contarão com a presença de David Lee Roth nos vocais

No lugar de Michael Anthony estará Wolfgang, baixista de apenas 15 anos de idade e filho de Eddie VAN HALEN.

24 de janeiro de 2007

Legends of the Superheroes

Raridade que finalmente caiu na net.
Esse vcs PRECISAM assistir, pessoal.
Acreditem! É de morrer de rir!
É ruim, muito ruim mesmo.
Para amantes de um trash básico.
Vale pelo menos para rever os sempre divertidos Adam West, Burt Ward e Frank Gorshin revivendo seus personagens clássicos.

Vamos aos heróis: Adam West (Batman), Burt Ward (Robin), Alfie Wise (Átomo), Howard Murphy (Lanterna Verde), Rod Haase (Flash), Garrett Craig (Capitão Marvel), Danuta (Canário Negro), William Schallert (Ciclone), Bill Nuckols (Homem Pássaro) e Barbara Joyce (Caçadora).

Uma das piores e mais estranhas adaptações de heróis em quadrinhos já realizada até hoje. A NBC apresentou dois episódios de um especial chamado “Legends of Superheroes” dirigidos por Bill Carruthers e Chris Darley . A história começa com o a Legião do Mal, formada por Charada (Frank Gorshin), Giganta (A'leisha Brevard), Sinistro (Charlie Callas), Dr. Sivana (Howard Morris), Solomon o Grande (Mickey Morton), Mordru (Gabriel Dell), Ghetto Man (Brad Sanders) e o Mago do Tempo (Jeff Altman), criando uma bomba para destruir o mundo, e eles não almejam nenhum pedido de resgate, queria eles explodirem com o resto do mundo? No decorrer do programa a Legião consegue roubar o poder dos Super-Heróis através da porção mágica de Modru, esta foi provavelmente uma forma de economizar com os efeitos especiais, já que o orçamento era muito pequeno. Mas no fim a equipe de heróis formada por Batman (Adam West), Robin (Burt Ward), Capitão Marvel (Garrett Craig), O Flash (Rod Haase), Lanterna Verde (Howard Murphy), Homem Pássaro (Bill Nuckols), O Átomo (Alfie Wise), Canário Negro (Danuta), Ciclone (William Schallert), Caçadora (Barbara Joyce) consegue seus poderes de volta e tudo acaba bem e com muitos aplausos! No segubndo especial, “The Roast”, os vilões partem para a desforra com a ajuda da Tia Minerva, vilã do universo de personagens do Capitão Marvel. Tudo kitsch, camp, cafona ou qualquer outro demérito que seja possível inventar.

Legends of the Superheroes

legends of the superheroes.avi
Link para a boa e velha mulinha.

Toureiro é Atacado numa Arena


Sinceramente? Devia é ter MORRIDO!
Odeio esse "esporte". Na verdade ele não é bem um esporte. Gostaria de saber o que esse pessoal que vive desse "espetáculo" acharia se os papéis fossem invertidos. Se eles fossem colocados em uma arena contra a sua vontade, provocados, torturados e mortos cruelmente apenas para satisfazer o ego alheio. ARGH!
Quando o animal não é ferido, ainda vai lá. Esses animais rendem muita grana e por isso são bem cuidados. Minha avó era uma fervorosa fã das touradas. Sempre assistia quando podia. Tanto em Portugal quanto na Espanha. Talvez ela tivesse uma visão mais "ampla" que a minha e visse ali a arte que seus defensores alegam. Mas eu não consigo. Não consigo ver nenhum tipo de arte, a não ser a arte da tortura, em fazer algo semelhante como um pobre animal que nada tem a ver com a loucura humana. Mas consigo sim é compreender o porquê das touradas. É algo que remete ao homem primitivo. Não esqueçamos que o homem é o único animal que foi capaz de transformar o ambiente para favorecê-lo e de caça se tornou caçador. O homem teme voltar ao seu estágio primitivo de "caça". Já notaram como tememos o futuro? o desconhecido? Por isso precisamos nos superar o tempo todo. Manter o controle sobre nosso lado "animal". "Testar" nossos intintos básico de sobrevivência, auto-confiança, prazer sexual (sim!). Na verdade tem tudo a ver com sexo.

Vamos um trecho retirado do site O Rabisco. Autoria de Carolina Meyer.

A tourada permite que experimentemos um prazer, uma identificação com nosso “eu” primitivo somente alcançada durante a prática sexual. O momento do “passe”, em que o toureiro se expõe completamente ao touro na medida em que ele vai sendo atraído pelo pano, representa um instante de tangência entre o belo, o plástico, o civilizado, o reto - o homem – e o monstro, o corpo estranho, o rasgo de realidade, o torto - o touro. O “olé!” da platéia é praticamente a ejaculação depois de tamanha tensão sexual. Para Julián, “o melhor momento da corrida é o triunfo, quando todo o público está entregue e a arena se converte numa enxurrada de aplausos”.

Finalmente, os dois corpos, homem e touro, se afastam, sob pena de o primeiro morrer em caso de contato entre os dois. Daí a tangência com o profano.

E para que o espetáculo seja completo, é preciso matar o touro. Do contrário, a tourada seria apenas um esporte, uma exibição das destrezas do atleta, a exemplo do que acontece em Portugal e no México, por exemplo, em que o animal não é sacrificado.

Segundo Leiris, a morte do touro representa a reconstituição do reto e a derrota do torto. Espetáculo que não é nada senão a reconstrução do nosso processo civilizatório. Sim, durante o “passe”, tivemos nosso momento de tangência, de revelação. Vibramos. Ficamos extasiados. Contudo, é necessário retornar à superfície da normalidade. Só o sexo nos proporciona tão intenso contato com nosso desejo primitivo, oprimido, porém jamais eliminado. E o ato sexual precisa ter um fim e o que fica é a sensação de vazio depois do orgasmo.

E é na ânsia sexual, conclui Michel, que o torero mata o touro. Primeiro, como representação do poder, do falo, que é o animal, na tentativa de superá-lo, de tomar para si a sua força. É por isso que ele morre por uma espada. E é também por isso que o matador deve molhar os dedos no sangue do toro no momento da estocada final. E depois, conforme dito, o touro deve ser sacrificado em nome do restauro da normalidade, do reto.

El Juli explica que “o momento da estocada possui dois significados muito importantes para o torero. De um lado, é o momento de máximo risco, pois, pela primeira e única vez durante o espetáculo, perde-se a visão dos chifres do touro de modo a se atingir sua cabeça. Em segundo lugar, a estocada é a conclusão de uma tarefa, parte fundamental de uma obra na qual se devem entrelaçar aspectos técnicos e artísticos”.

Não sei porque isso me faz lembrar do velho circo romano.
Bom, no meu modo de ver as coisas, há outras formas bem mais saudáveis de satisfazer seus desejos sexuais do que matando pobres animais inocentes.

Abaixo segue folder de um evento ocorrido em Lisboa em Set/2006 promovido pelo MATP - Movimento Anti-Touradas de Portugal. Bom saber que nossos irmãos portugueses estão engajandos na causa. É isso aí, pessoal! Abaixo a crueldade com animais!

Qual a Principal função do Esqueleto?


Essa é antiga, mas não dáva prá não postar.
Prefiro rir à chorar com coisas assim.
Nota: Ainda errou o nome do castelo é GREYSKULL!

Separados ao Nascer?


Iphone vs LG KE850

Homem Sobrevive a Ataque de Tubarão

MAMMA MIA!
Esse é macho barbaridade!


Leiam a matéria completa no G1 porque é I-M-P-R-E-S-S-I-O-N-A-N-T-E!

Australiano atacado por tubarão branco diz que foi parcialmente engolido pelo animal

Esse nasceu de novo.

NECA lança Action Figures de 300




A NECA como sempre fazendo bonito. Saindo agora em fevereiro a primeira série de Action Figures do aguardado filme 300, baseado em 300 de Esparta de Frank Miller. Nosso querido Rodrigo Santoro, aka Rei Xerxes da Pérsia, só vai dar as caras na segunda série, ainda sem previsão de lançamento.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...