Cantora de Brasília e maestro embarcaram no voo da Air France

Juliana de Aquino é cantora de musicais e trabalha na Alemanha.
O maestro Silvio Barbato mora no Rio de Janeiro.

Do G1

Uma cantora brasiliense e o maestro Sílvio Barbato estão entre os passageiros do voo 447 da Air France que desapareceu no Oceano Atlântico no domingo (31).

Durante toda segunda-feira (1), amigos de Juliana foram ao apartamento dos pais dela, na 206 norte. A Air France confirmou para a família, por volta de 14h45, que a brasiliense, de 29 anos, estava no voo. No final desta tarde, os pais e os irmãos de Juliana embarcaram para o Rio de Janeiro, onde a companhia aérea montou um centro de atendimento aos parentes das vítimas.

Juliana mora na Alemanha há seis anos, é cantora de musicais e voltava para casa para estrear um novo espetáculo, depois de passar 20 dias de férias em Brasília. Ela estudou canto na Universidade de Brasília (UnB). Em 2001, Juliana lançou seu primeiro CD. Dois anos depois, fez parte de uma montagem alemã do musical “Rei Leão”, na cidade de Hamburgo. Em 2008, fez o papel de Maria Madalena no musical “Jesus Christ Superstar”, na Áustria. Atualmente, Juliana participava do musical “Wicked”, em Stuttgart.

O pai dela contou que, ontem, a levou ao aeroporto e conversou com a cantora pouco antes de o avião decolar. “Eu falei com ela ontem dentro da aeronave. Eram 7h10 da noite”, afirmou.

Maestro

O maestro Silvio Barbato, que foi diretor artístico e regente da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional, também estava no voo 447. O maestro, que mora no Rio de Janeiro, viajou para se apresentar na Ucrânia e na Itália, voltaria a Brasília para começar uma turnê: uma série de concertos em homenagem ao compositor Cláudio Santoro.

Compositor premiado, Barbato fez 50 anos em maio, tem dois filhos e trabalhou no Teatro Nacional por 12 anos, até 2006. A mais nova ópera dele, "Chagas" estreou em Roma no ano passado e deve ser encenada no Brasil em outubro. Desde 2006, Barbato é Diretor Musical da Sala Palestrina na capital italiana, lugar sagrado da música de concerto em Roma, construída em 1650.

Comentários

Postagens mais visitadas