Cirque du Soleil demite 400 funcionários

O Cirque du Soleil anunciou nesta quarta-feira a demissão de 400 funcionários - 9% de seu quadro - diante do aumento dos custos de produção, que afetaram profundamente os lucros, apesar do recorde de venda de ingressos.

– O Cirque não está enfrentando uma crise. As coisas vão bem, de fato – destacou a diretora de Relações Públicas da companhia canadense, Renee-Claude Menard, em entrevista coletiva.

Menard revelou que a companhia vendeu 14 milhões de ingressos no ano passado, totalizando US$ 1 bilhão, mas seu rápido crescimento, assim como vários "fatores externos", incluindo um dólar canadense persistentemente alto, afetou os lucros.

A metade do pessoal do Circo de Soleil está baseado em Montreal e recebe em dólar canadense, enquanto 90% da renda da companhia é gerada no exterior. O Cirque, fundado em 1984 pelo canadense Guy Laliberté, tem atualmente 5 mil funcionários, em todo o mundo.






Enviado via iPad

Comentários

Postagens mais visitadas