Criadora do videogame Atari entra com pedido de falência nos EUA


Atari 2600, um dos videogames mais conhecidos
lançados pela companhia (Foto: Divulgação)

A Atari, uma das empresas pioneiras no mercado de videogames, entrou com pedido de falência nos Estados Unidos, comunicou a companhia nesta segunda-feira (21). A companhia é famosa pelo game "Pong" e pelo videogame Atari 2600, populares nas décadas de 1970 e 1980.

O objetivo do pedido de falência é conseguir se tornar independente da parte francesa da Atari, a Infogrames, – grupo chamado de Atari SA - e conseguir fundos para focar no desenvolvimento de jogos com distribuição digital para tablets e smartphones.

A Atari Inc., Atari Interactive Inc., Humongous Inc. e California US Holdings Inc., o braço americano da empresa, se tornariam independentes da Atari SA. "Com o pedido de falência, o braço norte-americano da Atari busca separar suas operações da estrutura financeira do braço francês da companhia", diz o comunicado. "O pedido constitui uma opção estratégica para a Atari nos Estados Unidos, permitindo que se proteja seu velor e suas propriedades intelectuais e consiga recursos financeiros que não eram possíveis dentro da Atari SA".

A Infogrames tem resultados abaixo do esperado há anos e prejudica a operação nos Estados Unidos.

Em dezembro, a Atari anunciou que procurava investidores para levantar uma quantia que permitisse desenvolver jogos para os dispositivos. A empresa já havia mudado seu foco de produção para games por download para smartphones e tablets.

A Atari, fundada em 28 de junho de 1972 por Nolan Bushnell e Ted Dabney, foi uma das empresas pioneiras do mercado de games, com o game "Pong", para os fliperamas, apontado como um dos responsáveis pelo estouro do mercado de videogames, que atualmente arrecada bilhões de dólares em todo o mundo. Como games mais populares estão, além de "Pong", "Centipede", "Asteroids" entre outros.




Enviado via iPad

Comentários

Postagens mais visitadas