Smartphone é como canivete suíço, que faz tudo, mas nada muito bem, diz Radfahrer

30/01/2013 - 22h46

RAFAEL CAPANEMA
DE SÃO PAULO

Os smartphones atuais são como canivetes suíços, que desempenham inúmeras funções, mas nenhuma delas bem o suficiente, afirmou o professor e colunista da Folha Luli Radfahrer durante palestra na Campus Party, nesta quarta-feira (30).

"Fora o Google Glass [óculos de realidade aumentada], não houve nenhuma grande invenção em 2012", disse Radfahrer, que aponta como grande tendência para o futuro os dispositivos vestíveis ultra especializados, que fazem apenas uma coisa muito bem, como os óculos inteligentes da Oakley para esquiadores.

"Não dá para usar o Facebook ou assistir a vídeos de gatos tocando teclado nesses óculos da Oakley porque, se fosse possível, você se distrairia e morreria a 70 quilômetros por hora", disse Radfahrer, que citou também como exemplos um equipamento especializado em monitorar qualidade de sono e um acessório extremamente preciso em identificar os períodos férteis das mulheres.

Para Radfahrer, o futuro da TV não está nem no 4K, resolução equivalente ao quádruplo do Full HD, nem nos aparelhos ditos "inteligentes", repletos de aplicativos, e sim numa combinação intuitiva de tecnologias já existentes, como sensores de movimento, comando de voz, bases de dados ligadas a preferências pessoais e reconhecimento biométrico.

"Por volta de setembro, a Apple deve apresentar essa TV do futuro, que, apesar de já estar esfregada na nossa cara, vai surpreender toda a concorrência", prevê.

Segundo o professor, boa parte das tecnologias vistas atualmente como grandes inovações tendem a ficar completamente invisíveis. "Hoje, você só fala sobre as redes de esgoto e de água quando elas não funcionam bem", exemplifica.

A geladeira do futuro não será aquela que vem com aplicativos num tablet acoplado, segundo Radfahrer, e sim uma que, por meio de RFID (sistema de identificação por radiofrequência), perceberá automaticamente quando o suco de laranja armazenado nela estiver estragado e ordenará a compra de uma nova garrafa, sem consultar seu proprietário.

Vestido de gari, Radfahrer fez uma apresentação extremamente densa e abrangente. Versou sobre iniciativas como plantações de verduras dentro de contêineres, no Japão, produção de leite de cabra com gene de aranha, nos EUA, e busca por vida extraterrestre.





Enviado via iPad

Comentários

Postagens mais visitadas