Asteroide passará perto da Terra nesta sexta-feira



Um asteroide de 130 mil toneladas passará na sexta-feira a apenas 27.860 quilômetros da Terra, o mais próximo que um objeto cósmico perigoso esteve de nosso planeta, segundo a Nasa.

O asteroide, denominado 2012DA14, foi detectado por astrônomos na Espanha há um ano, quando se encontrava a 4,3 milhões de quilômetros da Terra e se aproxima a 28.100 quilômetros por hora, informou a agência espacial americana.

A rocha espacial, do tamanho de meio campo de futebol, é tão opaca que os astrônomos só podem observar sua trajetória na gama infravermelha do espectro onde se reflete o calor do sol.

A primeira detecção do 2012DA14 aconteceu em 23 de fevereiro de 2012 por astrônomos filiados ao observatório de Sagra, em Mallorca, e desde então várias agências espaciais do mundo passaram a acompanhá-lo e fizeram projeções de sua possível trajetória.

Amanhã, às 17h24 de Brasília, o asteroide de 45 metros de largura, passará sobre Sumatra (Indonésia) e se situará cerca de 8.050 quilômetros abaixo dos quase 400 satélites geossíncronos postos em órbita pela humanidade.

A Nasa sustenta que não há probabilidade que o asteroide caia na Terra e os astrônomos projetaram o itinerário do 2012DA14 com tanta precisão que têm certeza que não se aproximará a menos de 27.520 quilômetros.

A Terra recebe constantemente uma chuva de asteroides que, em sua grande maioria, são de tamanho pequeno e se queimam pela fricção ao penetrar a atmosfera.

A agência espacial americana lembrou que em 1908 um asteroide, que calcula-se que media 40 metros de largura, penetrou a atmosfera sobre a Sibéria e sobrevoou as florestas em uma área de 2.140 quilômetros quadrados. O caso é conhecido como o "incidente Tunguska".

asteroide-passara-perto-da-terra-nesta-sexta-feira-14022013-27




Enviado via iPad

Comentários

Postagens mais visitadas