Nos EUA, audiência do Oscar foi a melhor em três anos

A cerimônia do Oscar realizada no domingo (24) alcançou sua maior audiência televisiva dos últimos três anos nos Estados Unidos, com 40,3 milhões de americanos tendo ligado seus aparelhos para acompanhar a premiação.

De acordo com dados do instituto Nielsen divulgados nesta segunda-feira, houve um aumento de 3% na audiência com relação a 2012. A festa teve três horas e meia de duração.

Seth MacFarlane, principal apresentador da noite, ajudou a trazer uma maior audiência masculina jovem, já que o público cresceu em 11% entre os homens de 18 a 49 anos, e em 34% entre os homens de 18 a 34, em comparação com o ano passado.

Mesmo assim, isso não o poupou dos ataques dos críticos, que o consideraram fraco e pouco ousado. Além disso, a Liga Anti-Difamação, associação que acompanha a representação de judeus na mídia, o acusou de antissemitismo em algumas piadas.

MÍDIAS SOCIAIS

Na internet, porém, MacFarlane foi um sucesso. Segundo a empresa Fizziology, especializada em acompanhar as redes sociais, o comediante, criador da série "Family Guy", foi considerado "o melhor apresentador da história do Oscar" em 13% dos comentários no Facebook, Twitter e blogs.

Já 7% o elegeram como "o mais sexy de todos os tempos".

O canal ABC, que exibiu o Oscar nos Estados Unidos, divulgou que a premiação atraiu 15,8 milhões de visitantes ao seu site desde o anúncio das indicações, no começo de janeiro. O número representa um aumento de 28% com relação a 2012.




Enviado via iPad

Comentários

Postagens mais visitadas