Seth MacFarlane diz no Twitter que não voltaria ao Oscar: 'Sem chance'


Seth MacFarlane apresentou a cerimônia do Oscar 2013 neste domingo (24) (Foto: AFP)

Seth MacFarlane no Oscar 2013 (Foto: AFP)

Apresentador do Oscar 2013, que aconteceu neste domingo (24), Seth MacFarlane escreveu no Twitter que não voltaria a conduzir a cerimônia. Ao ser questionado se aceitaria um novo convite, e publicou o seguinte comentário em seu perfil na rede social nesta terça-feira (26): "Sem chance. No entanto, foi muito divertido ter feito".

(O G1 fez uma página com a cobertura completa da premiação. Veja fotos, vídeos e notícias do Oscar 2013.)

MacFarlane – conhecido pelo humor controverso e por ter criado o desenho "Uma família da pesada" e por dirigir o polêmico filme "Ted" – tem recebido críticas negativas desde o fim da apresentação, principalmente da imprensa norte-americana. Já é considerado um dos piores da história na função. "O que tivemos foi uma combinação de psicopata e retrô, uma cerimônia do Oscar apresentada por alguém que esperou até a noite do Oscar para descobrir que ele é apenas mais ou menos na comédia stand-up", declarou Hank Stuever, do jornal "Washington Post".

James Poniewozik, da revista "Time", disse que MacFarlane "estava desconfortável, bajulador, sem graça e nem mesmo ruim de alguma forma memoravelmente criativa". piada mais criticada da noite envolveu o filme "Lincoln", de Steven Spielberg, e o assassinato do presidente norte-americano. "O ator que melhor conseguiu entrar na cabeça de Lincoln foi John Wilkes Booth", disse em alusão ao ator americano de teatro que assassinou Abraham Lincoln em 1865. Macfarlane foi vaiado por parte do público.

"Ao chamar atenção constante para o fator impertinente, MacFarlane também criou uma câmara de eco de indignação, se esforçando cada vez mais para superar a si mesmo com piadas escandalosas sobre raça, judeus em Hollywood, e o assassinato de Abraham Lincoln", afirmou Owen Gleiberman, da revista "Entertainment Weekly".

Um crítico da "RedEye Chicago" disse que MacFarlane foi um dos piores apresentadores do Oscar, ao lado apenas de Anne Hathaway e James Franco em 2011. Mary McNamara, do Los Angeles Times, disse que ele foi "ocasionalmente bruto e levemente ofensivo, mas, infelizmente, não era muito engraçado. O que é um problema muito grande para um comediante, com a possibilidade de ser chamado o pior apresentador da história."




Enviado via iPad

Comentários

Postagens mais visitadas