A Ebal Também Aprontava das Suas...

Hoje eu resolvi cair no 'pelo' da EBAL. :P Todo mundo fala mal das cores da Bloch ou das mutilações da Abril com relação a tradução. Mas eu vou provar que a Ebal fazia o mesmo!!!

Vamos começar com o bom e velho aracnídeo.

Capa da Amazing Spider-Man- 03

Capa de O Homem Aranha número 03 Ebal 1969

Falem da Bloch! :P

Tradução livre do texto acima:
______________

Um história tem que começar em algum lugar,
então comecemos em um armazém abandonado,
tarde da noite, onde um roubo está sendo praticado.

Esperem, rapazes! Acho que ouvi alguma coisa!

Relaxe, Charlie! Deve ser um rato.

De repente, a imagem mais temível do combate
ao crime surge no muro diretamente sobre os ladrões assustados.

Rato? Vocês nunca viram um rato como esse antes!

Olhem! é-- é --
______________

Notem que é nítido o estilo narrativo heróico
e espalhafatoso de Stan Lee.
Agora vejamos na revista da Ebal

Armazém do Porto???
Bom, isso é adaptação e eu acho legal.
Algumas frases não foram traduzidas.
Porém, o que considero mais grave é a perda do estilo
narrativo de Stan.


Aqui o pobre quadrinho foi picotado...rs
Mas o que é mais divertido é o português de 38 anos atrás!
'Get´ím' foi traduzido como 'peguemo-lo'!
O que, na época era uma boa tradução para o termo mas
totalmente inadequado para os padrões atuais.
Obviamente não é culpa da Ebal. É simplesmente
o sinal dos tempos.

O quadrinho foi picotado para a colocação do texto a seguir
que não existe na original.

´É, a Ebal também aprontava das suas...rs
Tá, os 'erros' não são tão crassos como na Abril
nem as cores tão berrantes quanto na Bloch.
Todas elas tinham os seus altos e baixos.
Em termos de tradução, que eu tenha visto, a que
era mais fiel ao texto original era a Bloch [e era formatinho!].


Comentários

  1. hauhauhauhau!
    Os caras não traduziam, faziam sua própria narração! É cômico demais, mas tbm de certa forma é chato. Concordo com vc em td q vc disse. Com certeza uma adaptação sendo bem usada faz com o q o texto fique mais atraente. Agora ter 80% de adaptação e o restante de tradução acaba com o estilo narrativo do roteirista. O exemplo q vc deu foi perfeito.
    Parabéns por disponibilizar a informação.

    ResponderExcluir
  2. De nada! :)
    É verdade Rubems.
    Quem era campeã nisso era a Abril.
    Em alguns casos eles chegavam a 'recriar' uma história como na clássica saga do Ricardito drogado.
    Essa eu ainda tenho que postar. Alteram completamente o teste retirando muito da crítica social original. Agora hoje acontece algo diferente. Adaptação de menos...rs
    Eu comprei o Camelot 3000 da Mythos. Não consegui ler. :(

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas