Paul Kidby - The Art of Discworld

Prá animar um pouco. ;)
A Arte de Discworld by Paul Kidby. Quem já leu a série Discworld sabe o quão genial ela é. Eu nunca li em inglês. :(
Dizem que muito [mas muito mesmo] do texto original perde o sentido na tradução. Cheio de trocadilhos sacanas. A Arte é um barato. Basta olhar a capa...rs
Enjoy!

Download

PS: A Cristina me deu um 'puxão de orelha' pela minha choradeira no último post. E com razão! Thx! Tava precisando. Eu sei que o pessoal sempre arranja um jeito de burlar esses bloqueios e virar o jogo. Mas quando algo assim ocorre eu fico muito chateada e deprê por um tempo. O lance do Vírtua também me botou lá embaixo. Mas já me adaptei a minha 'triste' sina. Agora estou levando numa boa. Fazer o quê...rs

Quando uma rede P2P cai sempre há coisas que não voltam mais. É um baque na livre expressão e na democratização da cultura. :(

Eu não defendo a 'pirataria'. Defendo o meu direito de saber que as coisas existem e o meu acesso a elas! Um amigo meu, nesse exato momento, está na Argentina fazendo 'comprinhas' especiais para ele. Pedi que me trouxesse o que ele encontrasse de legal sobre Egiptologia [ele sabe o que procurar - tem um ótimo 'faro' para essas coisas] e os livros do Elric de Melniboné de Michael Moorcock. Sabem há quanto tempo um livro do Moorcock [meu escritor favorito] não é publicado no Brasil? Há mais de trinta anos! E o cara é um dos maiores escritores de Sci-Fi/Fantasia da história! Há pesquisadores que dizem que não há um único escritor inglês [no estilo] dos anos 60 prá cá que não tenha sido influenciado por sua obra [inclua-se aí seu amigo Alan Moore e Gaiman]. Os de Edgar Rice Burroughs, idem. Os livros do Tarzan são difíceis de achar e caríssimos. John Carter então é lenda. Dumas? Contentem-se com O Conde de Monte Cristo e Os Três Mosqueteiros e alguns mais. Suas peças de teatro? Nem em sonhos [eu é que sonhei com aquela maravilhosa coleção que saiu em Portugal]. Asimov e sua gigantesca obra? Apele para os importados. Poul Anderson? O mesmo. Só para citar alguns.

E quem salva a gente dessa miséria? A internet.

E lá fui eu chorar de novo. Acho que é TPM....rs
Vou jogar Warcraft III que resolve. ;)
Matar, Esmagar, Destruir!!!

Um comentário:

  1. Olha, mas a questão da rede (eu li sobre sua 'sina') essa é para você, eu, todo mundo chorar e muito e com razão ...

    Como cultura é uma coisa curiosa, não ? É sei quem é Asimov, Dumas, Edgar Rice, Poul Anderson; mas nunca ouvi falar de Michael Moorcock.

    Eu não me considero a pessoa menos culta do mundo, mas realmente nessa me pegou ! Eu nem perdi muito tempo procurando, na wikipédia eu descobri que ele escreveu "Elric", ELRIC !!!! Me reduzi na minha santa ignorância ... nunca na vida iria associar o nome a pessoa ...

    Grata !

    ResponderExcluir