O que você precisa saber sobre gravadores Blu-Ray


Antes de comprar, verifique cuidadosamente as especificações da primeira safra de gravadores Blu-Ray

A nova revolução nos discos ópticos de alta capacidade começou em maio, quando a Pioneer lançou o primeiro gravador de disco Blu-Ray para PCs. O lançamento foi o tiro inicial na batalha dos novos drives, que ainda deve ter a participação efetiva do formato HD DVD (até agora o mercado ainda não viu um anúncio ou lançamento de gravadores HD DVD para PC, atualmente só existem leitores desse formato disponíveis). O fato anuncia um período de transição; uma época geralmente marcada pelas armadilhas de aderir de forma precoce a uma nova tecnologia.

Consumidores já consideram utilizar um gravador Blu-Ray para salvar vídeos, fazer backups ou qualquer outro uso criativo que se possa existir para um formato que comporta 25 GB e 50 GB em disco. Ao invés disso, veja o que deve ser levado em consideração na hora de comprar um novo equipamento como este.

:: Dica 1: Fique de olho nas especificações

Os gravadores de CD e DVD estão maduros, o Blu-Ray ainda está em evolução. As especificações do equipamento estão repletas de espaços para evoluções, e podem variar de uma marca para outra. Alguns drives podem suportar discos de dupla camada com 50 GB, outros não. Por exemplo, o Pioneer's BDR-101A não suporta a gravação de CDs e discos Blu-Ray de 50 GB dupla camada.

Os modelos BD-R e BD-RE da Pioneer, que são modelos de drives Blu-Ray gravável e regravável, possuem velocidade de registro de 2X. Alguns fornecedores têm falado sobre drives com 4X, mas estes modelos ainda vão demorar a aparecer no mercado. Fabricantes estimam que 8X seja o último patamar de velocidade, diferente do DVD que estabilizou em 16X.

Se estiver precisando de um drive tanto para gravação Blu-Ray, quanto para gravação de CD e DVD padrão, fique de olho nas velocidades de gravação da segunda categoria. Mesmo se a velocidade do Blu-Ray for a mesma, deve-se perceber diferenças sutis nas especificações. Por exemplo, um drive deve suportar DVD+R de camada dupla em 4X, e outro deve oferecer DVD+R de camada dupla em 8X. Para essa questão, fique atento para algumas semelhanças. Frequentemente isso pode significar que os dois drives em comparação são fornecidos pela mesma produtora do equipamento original, fazendo-os com especificações idênticas.

Melissa J. Perenson - PCW / USA
27-09-2006

Comentários

Postagens mais visitadas