Faraó do Egito Antigo poderia ter sido um travesti

Ai..ai...ai...ai...ai...
Digam, por favor, que eu não li isso..
O que esse povo inventa para ter um pouco de notoriedade..tsc...tsc
Pobre Akhenaton. Sempre Akhenaton. Já não bastava a fama de 'pirado'? Coisa que creio estar muito longe da verdade. Basta dar uma olhada no contexto histórico do período Armaniano para se ter uma idéia da complexidade da situação em que estava metido. Foram medidas extremas, sem dúvida. Mas louco? Não... Arrogante e ambicioso? Talvez. Mas qual rei não o era? Djoser, o Sábio? Vai nessa..rs

Alguém deveria ter explicado ao dr. Braverman que os antigos egípcios se retratavam de forma simbólica. Não realisticamente. A 'estranha' aparência de Akhenaton está em perfeita harmonia com a expressão artística do período em questão.

Um dia essas notícias bizarras ainda acabam com esse pobre coraçãozinho...rs

O escândalo envolvendo o jogador Ronaldo e os três travestis em um motel da Barra evidenciou que alguns homens podem ter formas bastante femininas a ponto de serem confundidos com mulheres. E essas características afeminadas em pessoas do sexo masculino já existiam há milhares de anos atrás. Akhenaten, faraó monoteísta da XVIII dinastia egípcia, não foi o mais masculino dos que reinaram o antigo Egito. Apesar de ter tido seis filhas com a sua esposa, a rainha Nefertiti, ele apresentava formas bastante femininas. É a conclusão de Irwin Braverman, médico da Universidade de Yale, Estados Unidos.

Irwin Braverman analisou imagens de Akhenaten para uma conferência anual sobre a morte de figuras históricas da escola de medicina da Universidade de Maryland. O médico, que costuma basear seus estudos sobre a saúde de indivíduos em imagens e retratos, utilizou estátuas e esculturas para suas análises sobre o faraó.

Ele acredita que as formas femininas de Akhenaten, como quadril largo e seios, devem-se à uma mutação genética que fez com que seu corpo convertesse muitos hormônios masculinos em femininos.

Algumas teorias indicam que Akhenaten teve a síndrome de Frölich, ou distrofia adiposo-genital, doença caracterizada pela alteração dos caracteres se¬xuais secundários, distúrbios metabólicos e mudanças no crescimento corporal, e que poderia explicar uma distribuição de gordura pelo corpo que resultou em formas mais femininas no antigo faraó. No entanto, o doutor Braverman descarta essa possibilidade, já que essa síndrome também provocaria esterilidade. E a fertilidade do faraó é inquestionável.

Outra suspeita seria a síndrome de Klinefelter, caracterizada pela adição de mais um cromossomo X ao XY dos homens, mas que também poderia afetar a fertilidade. É por isso que o doutor Braverman defende a teoria de que Akhenaten sofria de ginecomastia, condição hereditária que causa uma superprodução de estrogênio e que pode desenvolver mamas em homens.

O médico e pesquisador afirma que sua teoria só poderá ser provada se o governo egípcio permitir uma análise do DNA que possa confirmar quem foi a mãe de Akhenaten. Mas, ele mostra-se otimista de que com a apresentação de sua teoria na conferência dos novos estudos sobre o assunto possam ser feitos.

Comentários

Postagens mais visitadas