Atlantis pousa e encerra sua última viagem ao espaço

É uma pena não terem dado certo. Sou da era dos 'foguetes' ainda. Sim, eu lembro deles [se alguém ousar me chamar de velha já aviso que não respondo pelos meus atos. :P].

Mas como ia dizendo, quando o ônibus espacial apareceu...

Uau! Que coisa linda!

Todo mundo 'matou aula' naquele dia para ver o pouso da Columbia. Não 'desabava' do céu, não! Pousava!!! Suavemente! Pura ficção científica. O must! rs

Um acontecimento e tanto!
Jamais esquecerei.

O retorno às cápsulas descartáveis me parece um retrocesso.
É meio... 'brochante'.
Mas, fazer o quê. É a vida.


Despedida do espaço

O ônibus espacial Atlantis despediu-se do espaço ao pousar agora a pouco, às 09h48, no horário de Brasília, no Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

Este era o último voo planejado do ônibus espacial Atlantis, que se aposenta depois de 31 subidas ao espaço, levando 185 astronautas diferentes. Seu primeiro voo foi realizado em 03 de Outubro de 1985.

Ainda restam dois voos programados para os ônibus espaciais, um para o Endeavour e o último para o Discovery.

A principal tarefa da missão de 12 dias, que contou com três caminhadas espaciais, foi a instalação do módulo russo MRM-1 (Mini Research Module-1) - chamado de Rassvet (amanhecer) pelos russos.

Amanhecer russo

O módulo Rassvet contém um compartimento pressurizado, com oito estações de trabalho equipadas com instrumentos para manter as experiências separadas do ambiente na cabine.
Atlantis pousa e encerra sua última viagem ao espaço
O módulo russo Rassvet contém estações de trabalho voltadas para pesquisas genéticas e de estudo da estrutura tridimensional de proteínas. [Imagem: NASA]

Há ainda duas incubadoras para acomodar experiências de altas e baixas temperaturas, e uma plataforma à prova de vibrações, para proteger as cargas e os experimentos das intensas e constantes vibrações da Estação Espacial Internacional - os astronautas normalmente precisam usar protetores auriculares para dormir, por causa do ruído.

O Rassvet contém quatro outras estações de trabalho, contendo adaptadores mecânicos para instalar cargas e experimentos em prateleiras e racks roll-out.

Pesquisas genéticas

As novas capacidades científicas do módulo russo incluem a realização de experimentos, como a Conjugação, que estuda a troca de material genético em condições de microgravidade para desenvolver linhagens de microorganismos produtores de proteínas voltadas ao combate a doenças.

Outro experimento, o Kristallizator, permite que grandes cristais de proteínas sejam cultivados em órbita para determinar melhor a sua estrutura 3-D. Os resultados poderão ser usados em biologia, medicina e farmacologia.

Ônibus espacial militar

Em Abril os Estados Unidos lançaram uma espécie de micro-ônibus espacial, muito parecido com os ônibus espaciais, mas menor e não-tripulado.

Embora os próprios ônibus espaciais tenham sido intensivamente utilizados para fins militares, não foram divulgadas intenções de que o novo X-37B possa ser usado para fins científicos.

Fonte: Site Inovação Tecnológica.

Comentários

Postagens mais visitadas