O Casamento do Fantasma

Disponível no Quadrinhos Antigos. Parabéns pelo aniver. :)

Uma edição mais que especial para comemorar um ano de blog. Sempre considerei o Fantasma um personagem muito mais interessante que o Batman, pois além de combater o mal e defender os oprimidos, o personagem ainda precisa arrumar tempo para casar e ter filhos. Isso porque talves ele seja o herói que melhor aceita a mortalidade, pois quando um Fantasma morre, é substituído pelo seu filho. A história foi desenhada pelo brasileiro André LeBlanc, e tem vários momentos de humor, mostrando o nervosismo do herói na hora de pedir a mão de Diana e seu choque quando ela diz que não morará na Caverna da Caveira, como as esposas dos outros Fantasmas, simplesmente por ter seu trabalho e carreira em Nova York. Dilemas que ambos precisarão resolver para poderem finalmente ficar juntos. Diferente dos mega eventos de casamento de heróis de hoje, onde citando um exemplo temos o desastroso casamento do Homem-Aranha (que a Marvel até hoje tenta consertar), o evento não foi planejado como marketing editorial. Lee Falk simplesmente resolveu que era hora de suas criações se unirem e resolveu casá-los em 1977. E como se notou nas aventuras que se seguiram, o casamento se adequou muito bem a mitologia do herói.

Comentários

  1. A defesa das florestas e dos recursos naturais é pauta de congressos e bandeira de partidos Políticos, O FANTASMA pratica e defende esta causa, há 400 anos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas