Encontrado crânio de tigre de 2,55 milhões de anos

Image634587119862262220A pesquisa mostrou que os tigres não mudaram em mais de 2 milhões de anos, apenas ficaram maiores.

O crânio foi encontrado no noroeste da China, datado com 2,55 milhões de anos. É considerado o mais antigo já encontrado, pertencente ao grupo dos grandes felinos que conhecemos hoje.

Os especialistas afirmam que apenas alguns detalhes como, por exemplo os dentes em tamanho maior, diferencia o crânio dos felinos atuais, mas a estrutura em si é praticamente a mesma, mostrando que em milhões de anos os grandes felinos não sofreram grandes evoluções, apenas ficaram maiores.

Os cientistas compararam o crânio encontrado com 207 crânios de tigre, 66 crânios de onças e 100 crânios de leopardos. As pesquisas demonstraram que o felino pertence a uma linhagem muito antiga de tigre, talvez os primeiros existentes. Eles eram menores que os tigres atuais, e precisou evoluir em seu tamanho para buscar presas maiores.

Este achado paleontológico é de vital importância, desencadeando novas pesquisas importantes sobre a compreensão da evolução dos felinos e a relação deles com o meio ambiente ao longo dos milhões de anos.

Jornal Ciência

Comentários

Postagens mais visitadas