Mônica 'nasceu' na Folha há 50 anos; acompanhe sua evolução

Oficialmente, a Mônica "nasceu" em 3 de março de 1963. Mas essa não foi a primeira vez que ela apareceu. Em 11 de fevereiro, já desfilava com outros personagens na capa da Folha (veja acima).

A ilustração anunciava a volta de Mauricio de Sousa para o jornal. Ele já tinha publicado tiras de outros personagens na "Ilustrada", mas saiu e depois foi recontratado. "Ela apareceu em fevereiro, mas a primeira coelhada é a que conta", brinca o cartunista.

Ao longo dos anos, a Mônica mudou muito. Tirou os sapatos, trocou de cabelo e até perdeu a cara brava que a acompanhava desde o nascimento. E a "Folhinha" tem papel importante nessas mudanças. Foi no caderno, que nasceu seis meses depois dela, que o vestido tornou-se vermelho --antes era preto e branco.

"Na 'Folhinha', escolhi as cores dos personagens. Usei as primárias: vermelho para a Mônica, amarelo para a Magali e azul para o Bidu. Já para o Cebolinha escolhi o verde. O Cascão misturou vermelho e amarelo." Mas nem todos os personagens se deram bem logo de cara. "O Jotalhão era cor-de-rosa. Mas ficou feio. Então, troquei pelo verde."

Editoria de Arte/Folhapress




Enviado via iPad

Comentários

  1. uma historia de sucesso. Mauricio teve muita sorte e teve que trabalhar muito para conseguir o sucesso que tem né? parebéns a monica e ao mauricio.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza! Merece mesmo. Obrigado pelo comentário. ;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas