Rush - Manhattan Project



Ainda no 'clima' do triste aniversariante do dia ai vai um clip do
DVD A Show of Hands do Rush. Vídeo de 1988.
Justamente da maravilhosa Manhattan Project.

A Show é um dos meus shows favoritos do Rush. :)
Nunca canso de assistir.

Esse clip é uma verdadeira aula de história.
Aí estão presentes os grandes Senhores da Guerra e
principalmente o pai da bomba atômica J. Robert Oppenheimer
[é o cara de chapéu]. Einstein também aparece.

Os "Filhos da Grande Guerra", ou a geração pós-guerra
[a qual a minha mãe está inclusa, ela nasceu em 1945]
foi uma geração sofrida, atormentada [Syd Barrett que o diga]
mas ao mesmo tempo foi uma geração extremamente criativa.
Genial.

Quem gosta desse tipo de som, com o perdão da palavra,
tá f*&¨% e mal pago. Simplesmente é algo que não existe mais.
O Rock Progressivo há muito deixou de ser rock e virou só prog
destinado a eterna repetição do triunvirato
[ELP, Yes, Crimson e ramificações]
Além disso, o Rush é único...rs

Muito se apregoou a morte do Rock´n´Roll.
Será que dessa vez ele foi de fato?
O único 'nicho' musical [com um cenário forte]
que ainda encontro esse tipo de postura rebelde,
contestatória, crítica é o Industrial, principalmente o alemão.
É claro, alguns estilos continuam existindo
como sempre exitiram, o bom e velho Rockabilly, o Punk, o Rap,
Hip-Hop, a Surf Music e todos os seus 'filhos'. O Metal [bom metal diga-se,
não essa farofa-melódica-pseudo-gótica e repetitiva que a gente vê por aí]
também, mas todos relegados ao underground. :(

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas