Onde os computadores perdem suas almas

 A intenção de países desenvolvidos em enviar computadores para regiões pobres é que eles sejam de algum benefício para a população, mas infelizmente nem sempre este é o caso: muitas vezes, eles simplesmente são abandonados, até servirem como fonte de metais para revenda.

O New York Times fez uma série de fotos sobre o que eles chamam de "cemitério global para computadores mortos". É uma vala enorme de partes elétricas em Gana, na África, com pilhas onde os habitantes locais procuram por metais como cobre, bronze, alumínio e zinco para revender. Além dos problemas de se trabalhar em um lixão, o "cemitério" ainda tem alta concentração de componentes químicos tóxicos como chumbo, cádmio e PCB.


Eu recomendo ver todas as 16 fotos, com mais detalhes sobre o assunto, e ver como o que era para ser um presente pode afetar uma população de forma completamente imprevista. [NY Times]

Fotos no nytimes.com 

Gizmodo Brasil

0 komentar: