Vem aí o Wi-Fi com jeito de Bluetooth

Atualmente a melhor maneira de transferir dados entre dois dispositivos é por meio do Bluetooth, um padrão da indústria já amplamente disseminado que nos permite parear dois equipamentos eletrônicos e acionar a troca de dados entre ambos. Mas não vai ser a única forma de executar essa tarefa, pois a partir de agora dispositivos com conectividade por meio do Wi-Fi também terão essa funcionalidade.

O Wi-Fi Direct também contema jogos multiplayer

A Wi-Fi Alliance, grupo que determina os rumos do Wi-Fi ao redor do mundo, anunciou nessa segunda-feira um novo padrão de conexão entre aparelhos chamado de Wi-Fi Direct. Funciona como no Bluetooth: os aparelhos se tornam hotspots que podem conversar entre si, sem a necessidade de um roteador ou equipamento de rede que o valha. Para tanto, será preciso comprar um aparelho que estampe a marca do Wi-Fi Direct, ou atualizar os aparelhos que já tenham Wi-Fi e cujo software seja passível de upgrade, dependendo da boa vontade de cada fabricante.

Tal tecnologia será baseada no Wi-Fi b/g/n, com direito a velocidades próximas dos 300 Mbps. Bastante impressionante, em especial na hora de enviar e receber arquivos pesados. O Wi-Fi Direct poderá ser usado para transferir as fotos da câmera digital diretamente para uma impressora ou então para transferir contatos recentemente salvos no smartphone para computador de casa (como se as principais plataformas não oferecessem esse recurso).

Já existem aparelhos que se comunicam com outros equipamentos por meio de Wi-Fi e sem depender de roteador, como o Nintendo DS. No entanto, o novo padrão da Wi-Fi será aberto a todos os fabricantes, e com direito à interoperabilidade, que é a garantia de que todos os equipamentos certificados pelo Wi-Fi Direct conversarão entre si. Bem melhor que a engenhosa gambiarra criada pela Big N (e completamente válida num cenário em que não existia nada similar, diga-se de passagem).

Tecnoblog

Comentários

Postagens mais visitadas