Thomas Nast – O Criador do Papai Noel que Você Conhece [Não, não foi a Coca-Cola]

No séc. XIX O ‘bom velhinho’ costumava ser alto e magro. Nast o recriou gordinho, barbudo, rosado, risonho e simpático. Ou seja, o Papai Noel que conhecemos.
Antes da Guerra Civil Americana, surgiu um grande cartunista estadunidense. Seu nome era Thomas Nast.Seu traço violento, pesado e aproveitando o espaço que o jornal semanal Harper's Weekly lhe dava, Nast baixou o cacete nos políticos e problemas da época. Muitas vezes o cartum de Nash era a capa inteira do jornal, encomendado sobre a matéria principal da semana.
No final da década de 1880, Nast começou a fazer
cartuns de capa para a edição de Natal da HW. Mas
eram em perto e branco. Só que após muita pesquisa
encontramos dois livros que ele ilustrou.
O segundo, A Night Before Christmas é de 1870 mas o primeiro
Santa Claus and His Works foi um encarte totalmente colorido da
edição de Natal da Harper's Weekly de 1866, portanto
quase 60 anos antes da Coca-Cola clamar sua originalidade
sobre o Papai Noel Vermelho e Branco.
Mas se ver o trabalho de Nast não bastar, há dezenas
de outros até chegarmos a 1931*.
*Nota Fê: Ano da campanha da Coca-Cola.

1866 - capa do livro ilustrado por Thomas Nast
1866 - ilustração interna por Thomas
Nast
1866 - ilustração interna por Thomas
Nast
1866 -ilustração interna por Thomas
Nast
1866 -ilustração interna por Thomas
Nast
Bem, definitivamente observando o trabalho de Nast pode-se precisar a data exata do primeiro uso comercial do Papai-Noel vermelho e branco: 1866
Diversos outros elementos, como o
pinheiro decorado, o trenó, a casa no Polo Norte, o livro do
Bem e do Mau, o saco de presentes, a entrada pela chaminé, estão
bem explícitos nessa obra americana de 137 anos.


1907 - As canetas Waterman's sempre foram um tradicional anunciante
de natal

- trabalho a duas cores -


1908 - gramofone da Victor (antes de se tornar RCA Victor) com um Santa
com detalhes em marrom

- trabalho a quatro cores -


1912 - Creme de Aveia, também com Santa em vermelho e marrom

- trabalho a quatro cores -


1917 - Victrola Caruzo

- trabalho a quatro cores -


1920 - Santa Vermelho e Marrom da Colgate


1924 - Café Monarch


1924 - Presunto Armour


1924 - Meias Inter Woven

1925 - Coleman que hoje é uma potência mundial

1928 - Sei lá o que era para vender, mas a marca é Hendrix

1930 - A propaganda negada pela história oficial da Coca-Cola
publicada no Saturday Evening Post

1931 - a propaganda do Ladie's Home Journal à qual se atribui
erradamente há décadas a introdução das
cores vermelho e branco no Papai Noel.
Read more at jipemania.com

Um comentário:

  1. Recentemente, foi lançado um livro sobre Thomas Nast, baixei e axei super interessante: goo.gl/ca4AI

    ResponderExcluir